Uma questão de saúde
Uma questão de saúde

Um estudo realizado em mais de 25 mil pessoas, apresentado na conferência da Sociedade Cardiovascular Britânica (BCS) em Manchester, revela que os casais que vivem juntos reduzem em 14% a probabilidade de sofrer um ataque cardíaco.

 


Em colaboração com a Escola de Medicina de Aston e a Universidade de East Anglia, um grupo de investigadores, utilizaram um algoritmo ACALM (Algoritmo para a comorbidades, associações, tempo de permanência e mortalidade). Foram analisados os dados disponíveis sobre os pacientes, todos com um diagnóstico de enfarte do miocárdio entre o ano de 2000 e 2013. Os especialistas explicam que existe uma possível vantagem para as pessoas que vivem juntas uma vez que recebem o apoio físico e psicológico do cônjuge depois de um episódio deste tipo.

 


Este estudo continua em curso de forma que se possa avaliar os efeitos do casamento no que diz respeito à saúde do coração a longo prazo.

 

 

Fonte: www.zankyou.pt


SUBIR
x
Utilizamos cookies próprios e de terceiros para facilitar e melhorar a navegação, reunir informação estatística da sua navegação e mostrar-lhe conteúdos e publicidade relacionados com as suas preferências. Se continuar a navegar, consideramos que aceita o seu uso. Pode obter mais informação consultando a nossa política de cookies e condições de utilização.