Fumar prejudica gravemente a beleza
Fumar prejudica gravemente a beleza

Todas sabemos que o tabaco afeta a nossa saúde e a das pessoas que nos rodeiam. Mas para além disso, o Centro de Terapias Chinesas (CTC), alerta também para o facto de que fumar pode prejudicar também a imagem.

 


A Dr.ª Wenqian Chen, Médica Especialista em Medicina Tradicional Chinesa no CTC, enumera as 10 consequências mais nocivas do tabaco para a beleza.

 


Rugas. A pele é o maior órgão do nosso corpo e, como tal, é um dos mais afetados com o consumo de tabaco. O arsénico existente no tabaco seca a pele, levando a que esta envelheça mais rapidamente.

 


Estrias. Outra consequência das toxinas existentes no tabaco é a perda de elasticidade da pele. Ao ficar mais flácida, esta perde a capacidade de se regenerar após alterações de peso, o que aumenta a probabilidade do aparecimento de estrias.

 


Seios descaídos. A juntar às rugas e às estrias, a perda de elasticidade da pele leva a que os seios descaiam, uma vez que se torna mais difícil suportar o peso dos mesmos.

 


Celulite. O tabaco prejudica as células do corpo, desfavorecendo os ritmos e as funções naturais do organismo, o que leva a que seja mais difícil queimar gordura localizada e a que esta se acumule em zonas menos boas. Dá-se assim também a acumulação de gordura visceral, que é altamente prejudicial para os órgãos vitais o que se traduz no aparecimento de barriga.

 


Manchas nos dentes. Queres um sorriso bonito? Então para de fumar. O fumo do tabaco provoca manchas nos dentes e leva a que o sorriso tenha um aspeto amarelo.

 


Unhas amarelas. À semelhança do que acontece nos dentes, os dedos e as unhas também são vítimas do fumo do tabaco, acabando por ficar manchados e amarelos.

 


Cabelos fracos. A nicotina diminui o diâmetro dos vasos sanguíneos e, consequentemente, o fluxo de sangue. Como consequência o cabelo recebe menos nutrientes, o que leva a que fique mais fino e fraco, caindo com mais facilidade.

 


Varizes. Ao diminuir a espessura da parede dos vasos sanguíneos, o tabaco promove o aparecimento de varizes. Outra consequência do tabagismo é o aumento da coagulação sanguínea, o que fomenta o risco de tromboses.

 


Olheiras e papos nos olhos. As toxinas do tabaco também danificam os vasos sanguíneos existentes em torno dos olhos, conduzindo ao aparecimento de olheiras e de papos nos olhos.

 


Mau hálito. O odor do fumo do tabaco fala por si, mas além do impacto imediato que ele causa, também deixa partículas na garganta e pulmões. Tal significa que o cheiro do cigarro pode ficar alojado durante horas na boca, causando mau hálito. Além disso, a acumulação dessas partículas traduz-se na alteração do olfato e do paladar.

 


Estas são razões mais do que suficientes para deixar de fumar.

 


SUBIR
x
Utilizamos cookies próprios e de terceiros para facilitar e melhorar a navegação, reunir informação estatística da sua navegação e mostrar-lhe conteúdos e publicidade relacionados com as suas preferências. Se continuar a navegar, consideramos que aceita o seu uso. Pode obter mais informação consultando a nossa política de cookies e condições de utilização.